CINESESC EXIBE "O PAI DO SLASHER".

SESSÃO DO COMODORO - JUNHO DE 2012

 Na quarta-feira, 06 de junho, a Sessão do Comodoro vai exibir um clássico do cinema de horror e do mestre Mario Bava. BANHO DE SANGUE (Reazione a Catena - 1971) é considerado o filme que inaugura o gênero "slasher", com seus assassinos psicopatas que matam aleatoriamente.

 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.

 ATENÇÃO: Recomendado para maiores de 16 anos.


BANHO DE SANGUE

(Reazione a Catena AKA Bay of Blood AKA Twitch of the Death Nerve AKA A Mansão da Morte - 1971)

Itália, colorido, 84 minutos (versão integral)

Legendado em português

Diretor: Mario Bava

Produtor: Giuseppe Zaccariello

Argumento: Franco Barberi e Dardano Sacchetti

Roteiro: Mario Bava, Filippo Ottoni e Joseph McLee (AKA Giuseppe Zaccariello)

Fotografia: Mario Bava

Música Original: Stelvio Cipriani

Montagem: Carlo Reali

ELENCO

 Claudine Auger, Luigi Pistilli, Claudio Camaso, Leopoldo Trieste, Laura Betti, Isa Miranda e Brigitte Skay.


SINOPSE

 Uma velha condessa se recusa a vender sua propriedade a um ambicioso arquiteto. Na mesma noite ela é assassinada e seu assassino é morto por um agressor misterioso. É o início de uma série de crimes brutais nas redondezas de uma paradisíaca baía.


OPINIÕES

 "Banho de Sangue é um dos filmes mais sarcásticos e filhos da puta de todo o cinema, brincando com o espectador num jogo ilimitado que estreita as relações do que ocorre dentro e fora da tela até um nível de quase interação para finalmente se mostrar como uma tomada de poder irrefutável do cineasta sobre seu filme e seu público." - Luis Henrique Boaventura [MULTIPOT! 1.0]

Leia mais: http://multiplotcinema.com.br/antigo/2008/10/18/banho-de-sangue-mario-bava-1971/

 "Esta fórmula ficaria imortalizada, quase dez anos depois, graças às franquias norte-americanas “Halloween” e “Sexta-feira 13”. E assim como nas aventuras posteriores de Jason, já temos em BANHO DE SANGUE uma ambientação à beira de um lago, vários personagens que só existem para ter um final violento e até jovens fazendo sexo e tomando banho de lago pelados. A diferença é que, ao contrário dos slashers já citados – em que um fiapo de história justifica o massacre -, esta verdadeira obra-prima de Bava é refinada e inteligentíssima, com uma trama repleta de reviravoltas e surpresas que deixam o espectador atordoado do início ao fim." - Felipe M.Guerra [BOCA DO INFERNO]

Leia mais: http://bocadoinferno.com/artigos/banho-de-sangue-vovo-de-%E2%80%9Csexta-feira-13%E2%80%9D/

 "Auxiliado pela trilha sonora excepcional de Stelvio Cipriani, Bava constrói meticulosamente para cada bloco de personagens e seus dramas individuais uma atmosfera única, ora de intensa melancolia ora de pura frieza, apenas para melhor destruí-la em sequência, das mais diversas maneiras. Uma delas, recorrente em Ecologia del Delitto, demonstra sua lógica profunda ao efetuar uma mesma operação de distanciamento repetidas vezes: a câmera se desvia da ação para procurar entre frestas e folhagens a imagem de um observador oculto. Um plano obsessivo: um olho sem rosto à espreita, um olhar sem alma -- no jogo de espelhos criado pela câmera de Bava, quem observa é também observado todo o tempo. O papel do espectador é colocado em xeque, ficamos todos desconfortáveis porque somos nós, em última instância, que estamos sendo observados." - Fernando Verissimo [CONTRACAMPO]

Leia mais: http://www.contracampo.com.br/41/banhodesangue.htm



Escrito por Carlos Reichenbach às 16h47
[] [envie esta mensagem] []


 
   INSTANTÂNEO & ESTUDO PARA UM PERFIL DE FRANCIS BACON, no CINESESC

SESSÃO DO COMODORO - MAIO DE 2012

 Na quarta-feira, 02 de maio, a Sessão do Comodoro vai exibir o curta metragem INSTANTÂNEO, de Pedro Ribaneto (2011) e o longa ESTUDO PARA UM PERFIL DE FRANCIS BACON, de John Maybury (1995), inédito nos cinemas brasileiros e legendado em português - especialmente para o evento - por Leopoldo Tauffenbach.

 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.

 ATENÇÃO: Recomendado para maiores de 16 anos.


Curta Metragem

INSTANTÂNEO

(2011, HD, 20’)

Roteiro, Produção e Direção: Pedro Ribaneto

Direção de Fotografia e Câmera: Bruno Lotteli

Direção de Arte: Gabriel Carneiro

Edição: Alyne Spitti e Pedro Ribaneto

Direção Musical, Composição e Gravação: Daniel Malferrari e Leandro Nunes

ELENCO

Kleber Ribeiro, Maria Gal, Anderson Algarve, Andressa Fierrory, Ângela Maria Prestes, Cauê Pimentel, Clayton Campos, Diogo Reis, Luana Tanaka, Rafael Soares, Tertulina Alves e Thaís Siqueira


Foto de cena: Bruno Lottelli

SINOPSE

 Em situação terminal, um homem sofre de delírios finais, interagindo inconscientemente com o espaço ao seu redor e criando um mundo paralelo ao real através de pensamentos que partem da sua relação com a casa, os objetos, os alimentos e os eletrodomésticos.


Foto de cena: Bruno Lottelli

COMENTÁRIO

 O curta-metragem experimental nasceu de um desejo de Ribaneto de trabalhar com conceitos como sonho e realidade, com o inconsciente, usando como referências de construção imagética o cinema de vanguarda dos anos 1920, com todos os exageros diegéticos que período permite. Entre as influências, os cineastas David Lynch, Jean Cocteau, Luís Buñuel, Maya Deren, Germaine Dulac e outros tantos.

O filme foi realizado como trabalho de conclusão de curso de Rádio e TV, nas Faculdades Belas Artes, em São Paulo, de 2010, e foi retrabalhado diversas vezes até chegar ao formato ideal.


Longa Metragem

ESTUDO PARA UM PERFIL DE FRANCIS BACON

(Love Is the Devil: Study for a Portrait of Francis Bacon - 1998)

 Produção Inglesa de 90 minutos, Color, Dolby Digital

 Falada em inglês, com legendas em portugues

Escrito e Dirigido por John Maybury

Música Original: Ryûichi Sakamoto

Fotografia: John Mathieson

Direção de Arte: Christina Moore

Montagem: Daniel Goddard

ELENCO

 Derek Jacobi, Daniel Craig, Tilda Swinton, Anne Lambton, Adrian Scarborough e Karl Johnson


SINOPSE

 Dramatização da biografia do pintor britânico Francis Bacon, centralizada no período de seu relacionamento amoroso com George Dyer, um marginal.

PRÊMIOS

 Recebeu vários prêmios em festivais internacionais, incluindo os troféus principais do Edinburgh International Film Festival, de 1998.


OPINIÕES

 "Desperate beauty in portrait of artist's life. Remarkably honest film about painter Francis Bacon." - David Bonetti (SAN FRANCISCO EXAMINER)

 "Dyer was a handsome man but he wasn't very sophisticated… If he would had read POE,he would knew the existence of diabolical painters who are capable to transcribe in to their works the vital substance of their models.If he would knew the story of Faust he would be able to identify the devil in the cherubin aging face of Bacon,who was then already a fallen angel in his own personal hell.This is a little great film I recommend it." - IMDB

 "Despite an uncomfortable intimacy with Bacon's visions, Love Is the Devil is in the end, as the subtitle says, ''a study for a portrait'' of the maddeningly elusive artist, who recognizes the destructive demon within himself and then watches, transfixed and delighted, as the beast runs wild." - Justine Elias (THE VILLAGE VOICE)

 "Más allá de los desnudos y el vocabulario, El amor es el diablo no es un film "apto para todo público". Desordenado, decididamente no lineal, algo engorroso, corre el serio riesgo de asemejarse a una pesadilla torturante. Allí radica, empero, buena parte de su intensidad." - Guillermo Ravaschino (CINEISMO.COM)



AVISO AOS FIÉIS DO BLOG

 A página dos links OLHOS LIVRES já está funcionando normalmente.

http://www.olhoslivres.com/links.htm

 Vários endereços de compartilhamento foram banidos da WEB por razões óbvias.

 Assim que for possível, a página será devidamente atualizada.



Escrito por Carlos Reichenbach às 14h58
[] [envie esta mensagem] []


 
   PETE WALKER E GABRIEL CARNEIRO EM MARÇO, NO CINESESC

SESSÃO DO COMODORO - MARÇO DE 2012
 Na quarta-feira, 07 de março, a Sessão do Comodoro vai exibir um banquete do mais fino horror apresentando ao público paulista o cultuado cineasta britânico e gótico PETE WALKER, capaz de transformar baixos orçamentos em inventivos exercícios fílmicos de atmosfera, terror e ironia. Dentro do clima, e antecedendo a exibição de "Psicopatas" (Frightmare - 1974), a sessão mostra também o curta metragem de estréia do crítico e pesquisador Gabriel Carneiro, "Morte e Morte de Johnny Zombie".
 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.
 
ATENÇÃO: Recomendado para maiores de 16 anos.



Curta Metragem
MORTE E MORTE DE JOHNNY ZOMBIE (2011)
(2011, HD, 2.35:1)
Direção e Roteiro: Gabriel Carneiro
Argumento: Marília Passos
Companhia produtora: Belluah Produções
Direção de Fotografia e Câmera: Pedro Ribaneto
Efeitos especiais em Maquiagem: Fritz Martiliano
Montagem: Fábio Yamaji
Trilha musical: Felipe Vilasanchez
Som direto: Lucas Corazzini e Rafael Alves Ribeiro
ELENCO
 Joel Caetano (Johnny Zombie), Charlene Chagas (Manuela), Felipe M. Guerra (Bruno), Mariana Zani (Julia), Ana Luiza Garcia (Ana) e outros.


SINOPSE
 Johnny é um  mero engenheiro de plantão numa fábrica de pesticidas. Um gás tóxico vaza, e, aos poucos, Johnny morre, ainda que vivo.
COMENTÁRIO
 Morte e Morte de Johnny Zombie é a estreia do jornalista, pesquisador e crítico de cinema Gabriel Carneiro na direção e no roteiro de um filme. Sempre interessado no
cinema fantástico, Carneiro, que é repórter da Revista de CINEMA e da Revista Zingu!, entre outros, quis estrear num filme de gênero, por julgar que a diversidade
cinematográfica passa por todos os tipos de cinema, acreditando que se pode fazer um filme inteligente, bem pensado e bem construído, inventivo e de grande alcance. “Nunca entendi direito porque há tantos preconceitos contra o cinema de gênero, em especial o
fantástico. Pode-se fazer filmes muito criativos e inventivos em qualquer gênero, podese experimentar em qualquer ocasião. Não é porque se usa certo mecanismos, que não se pode fazer algo novo que discuta a linguagem e seus parâmetros”



Longa Metragem
PSICOPATAS (Frightmare - 1974)
Inglaterra, colorido, 88 minutos
Argumento e direção - Pete Walker
Roteiro - David McGillivray
Fotografia - Peter Jessop        
Música Original - Stanley Myers        
Montagem - Robert C. Dearberg
ELENCO
 Rupert Davies, Sheila Keith, Deborah Fairfax, Paul Greenwood, Kim Butcher e outros.


SINOPSE
 Anos depois de ficarem internados em um asilo de loucos pela prática de canibalismo, um casal (Rupert Davies e Sheila Keith) tenta se reintegrar à sociedade ...


OPINIÕES
 "Pete Walker's Frightmare is a masterpiece of grim horror, an overlooked eye-opener with a chip on its shoulder and attitude to spare. Be thankful for this one; horror films with this much power are few and far between." - Joseph A. Ziemba, 10.21.05
 "Pete Walker is a criminally underrated master of horror or better yet, horror-dramas. His films usually are lengthy, a bit wordy and are shot with a by the numbers standard but the way he tells his stories with editing and how the actors flesh out the complex scripts mixed with great scores make each and every one of his films something to be sought after. Frightmare is a great start to his catalog but another gem to be held on par is his psycho-thriller masterpiece 'Schizo'." -  M. Morgan [The Cult of Horror]
http://www.beardyfreak.com/rvfrightmare.php
http://www.bleedingskull.com/dvd/frightmare.html



Escrito por Carlos Reichenbach às 21h01
[] [envie esta mensagem] []


 
   COMODORO DE CINZAS - NO CINESESC

COMODORO DE CINZAS - FEVEREIRO 2012

 Na quarta-feira, dia 22 de fevereiro, o CINESESC vai promover a sessão COMODORO DE CINZAS, com dois filmes que marcaram o espírito dos 7 anos da Sessão do Comodoro. Ambos são filmes independentes, atípicos e anticonvencionais sobre terapias nada ortodoxas: ENFERMEIRAS PIRADAS e LÁGRIMAS DE KALI.

 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.

 Recomendado para maiores de 18 anos.


ENFERMEIRAS PIRADAS

Sick Nurses AKA Suay Laak Sai

Tailândia - Produção de 2007

Colorido, 88 minutos.

Falado em Tailandês, com legendas em português

Direção: Piraphan Laoyont e Thodsapol Siriwiwat

Diretor de Arte: Thawatchai Phuts

Elenco: Wichan Jarujinda, Kanya Rattapetch e Chon Wachananon

RESUMO

 Um grupo de jovens e belas enfermeiras, que traficam órgãos humanos, são assombradas pelo espírito vingativo de um de seus pacientes mortos.

SINOPSE

 Em um hospital na Tailândia, um médico e suas sete jovens enfermeiras empenham-se na venda de órgãos humanos no mercado negro.

 Uma das enfermeiras, movida por ciúmes, ameaça denunciar a prática e é assassinada.

 O revendedor, que ficou responsável em dar sumiço ao corpo, leva uma semana para realizar a tarefa.

 No sétimo dia, começam ocorrer estranhos e violentos fenômenos envolvendo uma entidade sobrenatural.

OPINIÃO

 "O filme é um achado !!! Original e surpreendente como tudo que tem sido produzido na Tailândia, principalmente em se tratando de Cinema de Gênero. A trama sobre a Vingança de uma alma perturbada já é comum dentro do Cinema de Horror Oriental, MAS essa dupla de diretores tailandeses consegue recriar o tema com muito estilo e uma violência gráfica que me impressionaram muito em um filme sobre mulheres com elaboradas composições que passam pelo grotesco e pelo poético. A cena da mulher afundando na banheira de sangue é genial e me remeteu a um momento de O Gato Preto de Dario Argento. Cenas com aparelhos cirúrgicos são apresentadas de maneira assustadora e o final cita GOZU de Miike. Enfim, uma obra absolutamente imperdível, com um roteiro ousado e nada linear que coloca a Tailândia em um  nível de igualdade com seus vizinhos asiáticos." - MARCELO CARRARD [Mondo Paura]


LÁGRIMAS DE KALI

Tears of Kali (2004)

Premiada produção alemã do gênero horror. 

Legendas em português: Leopoldo Tauffenbach.

Duração - 110 minutos

DIRETOR - Andreas Marschall

ELENCO - Pietro Martellanza, Anja Gebel, Magdalena Ritter e Ludwig Nicole.

SINOPSE - Três aterradoras e trangressivas histórias sobre o lado negro das terapias alternativas. O filme se concentra em histórias (fictícias ou verídicas?) do Taylor-Eriksson group.

OUTRO RESUMO: "Três histórias em torno do misterioso grupo de terapia Taylor-Eriksson e seus membros. Este grupo tentou voltar a definir os limites da auto-descoberta, sexo e violência. Começando como um jogo psicológico de gato e rato, logo a história se transforma em puro terror."

PRÊMIOS INTERNACIONAIS

Brussels International Festival of Fantasy Film (2004) - Grand Prize of European Fantasy Film in Silver

Cinénygma - Luxembourg International Film Festival (2004) - Méliès d'Argent

New York International Independent Film & Video Festival (2005) - Genre Award

Amsterdam Fantastic Film Festival (2004) - Nominated to Grand Prize of European Fantasy Film in Gold


EM MARÇO, NA SESSÃO DO COMODORO

PETE WALKER & GABRIEL CARNEIRO



Escrito por Carlos Reichenbach às 11h49
[] [envie esta mensagem] []


 
   O DIALETO DA MÚSICA E A PERVERSIDADE EXTREMA DA GUERRA NA SESSÃO DO COMODORO DE FEVEREIRO

SESSÃO DO COMODORO - FEVEREIRO DE 2012

 Na quarta-feira, 01 de fevereiro, a Sessão do Comodoro vai exibir o curta-metragem "440 HZ" (2011), de Fernando Russo, e o polêmico e aterrador longa metragem O HOMEM POR TRÁS DO SOL (Hei tai yang 731 AKA Men Behind the Sun - 1988), produção de Hong-Kong, versão UNCUT, dirigida por Tun Fei Mou.

 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.

 ATENÇÃO: Recomendado para maiores de 18 anos. O filme "MAN BEHIND THE SUN" possui cenas de extrema violência.

----------

Curta Metragem


 440 HZ (2011)

Documentário, Cor, 16 minutos

Escrito e Dirigido por FERNANDO M. RUSSO

Produção Executiva - FERNANDO M. RUSSO e TALI CAPOZZI


FACOM/FAAP

Fotografia - RAFAEL MARTINELLI

Editores - RODRIGO PASTORIZA & ANA BENAVENTE

Sound Designer - ADRIANO DAGA


SINOPSE

 Sensações sonoras e visuais traduzem uma visão peculiar sobre a música. Música: uma linguagem que reflete o que somos.

------------

Longa Metragem

 O HOMEM POR TRÁS DO SOL (Man Behind the Sun - 1988)

AKA "Hei tai yang 731"  AKA "Campo 731 - Bactérias, A Maldade Humana"

Colorido, 105 MINUTOS

País de produção - Hong-Kong

Falado em mandarim, com legendas em português 

Diretor - Tun Fei Mou

Roteiristas - Mei Liu, Wen Yuan Mou & Dun Jing Teng

ELENCO

Hsu Gou, Tie Long Jin, Zhaohua Mei e Zhe Quan.

SINOPSE

 Baseado em fatos reais, o filme acontece perto do final da Segunda Guerra Mundial em um campo japonês de prisioneiros simplesmente conhecido como 731. O acampamento é supervisionado pelo general Ishii, que enxerga as armas químicas como a chave do Japão para vencer a guerra. Ishii usa os prisioneiros chineses (chamados de "Maruta" - material) em uma série de experimentos perversos e doentios.



Escrito por Carlos Reichenbach às 20h49
[] [envie esta mensagem] []


 
   KARAOKÊ SAFO E O FIM DO MUNDO NA SESSÃO DO COMODORO DE JANEIRO DE 2012

SESSÃO DO COMODORO - JANEIRO DE 2012

 Na quarta-feira, 04 de janeiro de 2012, a Sessão do Comodoro vai exibir duas experiências audiovisuais radicais, o longa metragem belga "MUNDO NEFANDO" (THE AFTERMAN), de Rob Van Eyck, uma ficção científica com cenas de alto impacto sexual, e o ousado curta-metragem "PORN KARAOKÊ", de DANIEL AUGUSTO, rodado em São Paulo em 2011.

 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.

 Recomendado para maiores de 18 anos.


Curta Metragem

PORN KARAOKE

 35 mm, Cor, 12 minutos

Escrito e Dirigido por DANIEL AUGUSTO

Produção Executiva MALU VIANA BATISTA e FERNANDO NOGUEIRA

Co-produção CAIO GULLANE e FABIANO GULLANE

Direção de Fotografia ROBERTO SANTOS FILHO

Direção de Arte JULIANA LOBO

Trilha Original RICA AMABIS, TEJO DAMASCENO e REGIS BABA

ELENCO

JULIA ABS, GIULIA AMORIM e EDUARDO CLIMACHAUSKA


SINOPSE

 Uma adolescente vê tatuagens surgirem no seu corpo depois de experiências eróticas. Certo dia, quando ela chega à idade adulta, as tatuagens somem, e ela vai até um lugar misterioso - o Porn Karaoke - em busca do motivo do desaparecimento.  


Longa Metragem

"MUNDO NEFANDO" AKA "THE AFTERMAN" (1985)

Bélgica, colorido, 90 minutos

Legendas desnecessárias.

Escrito, produzido e dirigido por Rob Van Eyck

Diretor de fotografia - Mark Henkens

Montagem e edição - Rob Van Eyck

Música original - Yano Vitalez

ELENCO

 Luc Allaerts, Guido De Belder, Danielle Detremmerie e Dora Raskin


SINOPSE

 Ele viveu sozinho em um abrigo nuclear durante anos, depois que a Bomba-A foi detonada; assim, ele não sabe ler, escrever, ou mesmo falar. 20 Anos mais tarde, o abrigo nuclear é aberto e ele sai para descobrir um mundo estranho, bárbaro, devasso, de trabalhos forçados, marginalidade, sodomia, relações afetivas primitivas, violência sexual e estupidez humana.


OPINIÕES

 "Belgian post-apocalyptic trash with no dialogue depicting a dystopian future where the world has reverted to its most animalistic, basically using the post-apocalyptic setting to display a parade of sleazy sex and violence. A man finally leaves his nuclear shelter where he has been living on supplies, whipped cream and necrophilia, and finds that the world is full of pockets of brutality and filth, from a farmer that keeps men and women as slaves, to groups of violent rapists, to sodomites, decadent lesbians into snuff, a commune that eats raw meat and filth, to a church that isn't what it appears to be. Will his relationship with a woman help him to become a real man amidst the chaos? Watch Themroc instead." - Zev Toledano


 "This is one of those obscure Belgian movies really sought after. For a few reasons people want it, because it is movie without language. No words are used so it is a weird experience to watch it because it isn't an arty farty one like Begotten. Second reason is the so called sexploitation, be aware that it never becomes XXX, it is just that it contains a lot of female nudity, full frontal, pubic hair included you perverts, it is 25 years old!" - IMDB


JUSTIFICATIVA

 Devido ao viés profundamente depressivo de sua meia hora final, preferi não iniciar o ano de 2012 com a exibição do visceral e semi-pornográfico "A URINA E O RELÂMPAGO", dos Irmãos Lapiedra (embora "Mundo Nefando" não vá adocicar muito o astral da sessão).

 Afinal, em 2011, a SESSÃO DO COMODORO completou o cabalístico aniversário de 07 (sete) anos dedicados ao compartilhamento da cinematografia anti-convencional, do chamado Cinema Extremo e dos filmes de excessão.

 Em breve, o ultra audacioso filme australiano THE BAND, com tórridas cenas de sexo não simulado de fazer inveja a Lars Von Trier.




Escrito por Carlos Reichenbach às 11h09
[] [envie esta mensagem] []


 
   O Misterioso livro de Miguel Borges

QUANDO O AUTOR ESCOLHE O LEITOR

MIGUEL BORGES E SEU MISTERIOSO LIVRO

- com a colaboração do pesquisador Fábio Vellozo

NEM TODO MUNDO

por Miguel H. Borges

 Conforme já noticiei aqui anteriormente, estou lançando o livro Passando Ileso Pelas Nuvens Densas, que nem todo mundo deve, pode ou merece ler.
 O volume tem 240 páginas, no formato 16 x 23 (bom tamanho), do gênero romance-reportagem de ficção esotérico-científica, com trama inspirada em fatos ora realistas, ora fantásticos. A edição é da Multifoco (Rio). 
A história não inclui crimes hediondos nem atos de violência sedutora. Não envolve problemas de ambição, disputa de herança ou posição social. 
Todos os personagens sabem perfeitamente quem são seus pais e mães.
Não há crimes passionais nem sentimentos baixos em jogo, muito embora alguma baixaria de comportamento tenha lugar, porque a paixão e o ciúme não estão ausentes.
Entram em cena o amor e o erotismo, abordados como pistas para a descoberta do lado superior dos valores humanos.
É justamente o interesse pelo mistério de existir que distingue este livro, tornando-o inadequado para quem se liga mais em assuntos práticos, tidos como “objetivos”.
Aquilo que vulgarmente se considera como sendo “a realidade” é tratado como alucinação do cotidiano, o jogo das ilusões que fazem pessoas se moverem como robôs de carne, autômatos não pensantes e viciados em mesmice.
Nesta história, ninguém se preocupa com o aparente e o supérfluo. Nada mais real do que a ilusão do espírito, aquele que jamais deixa a casa do Pai, que está no Céu. E nada menos ilusório do que a eternidade da Carne crucificada no sexo.
É um caso de mistério marcado pela ausência de suspeitos do crime de pensar que pensam, porque todos se imiscuem na decifração do enigma de viver e, se impossível, de morrer. 
A narrativa corre clara, envolvente e simples. Quem merece essa leitura vai além do entendimento banal, comum, vulgar. Muita gente não tolera isso, tem medo.
Daí a venda seletiva que estou fazendo. Quem quer o livro, precisa me escrever duas ou três linhas, explicando-se. Eu avalio o motivo do candidato a comprador/leitor e, conforme seu mérito, envio-lhe o exemplar autografado, ao preço de R$ 45, frete incluso.

Meu endereço:

henrikb@uol.com.br



Escrito por Carlos Reichenbach às 10h52
[] [envie esta mensagem] []


 
   NOVOS ENDEREÇOS OLHOS LIVRES

NOVOS ENDEREÇOS PARA OLHOS LIVRES

 - Como não estou podendo, por questões técnicas e práticas, atualizar os LINKS OLHOS LIVRES, relacionei abaixo alguns ótimos endereços de compartilhamento e informação cinematográfica que encontrei nos últimos meses. Oportunamente, atualizarei a sessão respectiva da página de links deste blog.

CATARSE - Uma nova forma de buscar parcerias, co-produção e mecenato.

http://catarse.me/pt

DOWNLOAD CULT - Filmes e discografias completas

http://www.downloadcult.com/

CHIADOS E CANUDOS - Análises acuradas e sem preconceitos

http://chiadosecanudos.blogspot.com/

CONFRARIA DE CINEMA - Informações e análises atualizadas semanalmente. De cinéfilos para cinéfilos.

http://www.confrariadecinema.com.br/

STREAMING DOWNLOAD BLOG - Compartilhamento de acervo.

http://www.streamingdownloadblog.com/

FILMOGRAFIA DO TATUADOR - Compartilhamento de acervo.

http://filmografiadotatuador.blogspot.com/

O COMPARTILHADOR - Compartilhamento de acervo.

http://compartilhandoeservindo.blogspot.com/

CONVERGÊNCIA CINÉFILA - Compartilhamento de acervo.

http://cinefilosconvergentes.blogspot.com/

WERNER HERZOG MOVIES - Compartilhamento de acervo.

http://wernerherzogfilms.blogspot.com/

CULTURA INSANA - Compartilhamento de acervo.

http://alobaalfa.blogspot.com/

SUPERSÔNICO A CARVÃO

http://supercarvao.blogspot.com/

RSFILMESBRASILEIROS - Compartilhamento de acervo.

http://rsfilmesbrasileiros.blogspot.com/

LA CAVERNE DES INTROUVABLES - Compartilhamento de acervo.

- Site frances de filmes raros ou fora de catálogo -

http://lesintrouvables.blogspot.com/

CINEMA OF THE WORDS - Compartilhamento de acervo.

http://cinemaoftheworlds.blogspot.com/

DOCUMENTARY=REALITY - Compartilhamento de acervo.

http://documentary-reality.blogspot.com/

FILMDVDVHS BLOGSPOT - Compartilhamento de acervo.

- Blog francês de filmes de ação raros.

http://filmdvdvhs.blogspot.com/2011_09_01_archive.html

HORREUR VHS COLLECTOR - Compartilhamento de acervo.

- Blog francês de filmes de horror raros.

http://horreurvhscollector.blogspot.com/

OLDCINEPASSION - Compartilhamento de acervo.

- Site francês voltado a clássicos do cinema.

http://www.oldcinepassion.com/

 



Escrito por Carlos Reichenbach às 18h33
[] [envie esta mensagem] []


 
   A nova provocação de Fernando Rick e o "Oito e Meio" de Lucio Fulci na Sessão do Comodoro.

SESSÃO DO COMODORO - OUTUBRO DE 2011

 Na quarta-feira, 05 de outubro, a Sessão do Comodoro vai exibir "UM GATO NO CÉREBRO", o filme mais radical e autoral de Lucio Fulci (para muitos, seu melhor filme; para outros, o mais pretencioso - venha julgar por si mesmo!).

 A sessão será precedida pela pré-estréia do curta-metragem "IVAN", de Fernando Rick, o mesmo diretor do impactante e aterrador "Coleção de Humanos Mortos", de 2005.

 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas, na bilheteria do cinema.

 Recomendado para maiores de 18 anos.


Curta Metragem

IVAN

Brasil, 2011

35mm - stereo/color, 16'20''

Diretor, Editor: Fernando Rick

Roteiro - Marcelo Appezzato e Fernando Rick

Produtora Executiva - Paula Belchior

Diretor de Fotografia - Thiago Moraes Quadrado

Diretor de Arte - Nani Brisque

Cenografia - Rodrigo Machado

Efeitos especiais e de maquiagem - Kapel Furman

Web-Site do Filme - www.blackvomit.com.br

ELENCO

 André Ceccato (Ivan), Rubens Mello (Darlene Starr), Marcio Américo (Jone Jackson), Beto Bellini (Ronaldo), Habib (Homem da Cadeira de Rodas) e Silvia Magalhães (Esposa Jone Jackson).


SINOPSE

 Ivan é um ator de teatro decadente que precisa entregar panfletos vestido de personagem de desenho animado para pagar suas contas. Vive em um cortiço imundo com seus únicos amigos, um travesti chamado Darlene Starr e Jone Jackson, um rapaz que ganha a vida como Michael Jackson cover. Seu cotidiano é rodeado por pobreza e miséria, mas um dia Ivan tem uma iluminação que mudará a sua vida e a das pessoas a sua volta.


Longa Metragem

UM GATO NO CÉREBRO

"Un gatto nel cervello" AKA "A Cat in the Brain" (1990)

Itália, colorido, 90 minutos - Versão americana

Dublado em inglês, com legendas em português

Direção - Lucio Fulci

Argumento - Lucio Fulci e Giovanni Simonelli

Roteiro - Lucio Fulci, Giovanni Simonelli e Antonio Tentori

Diretor de Fotografia - Alessandro Grossi 

Música Original - Fabio Frizzi

Montagem - Vincenzo Tomassi

ELENCO

Lucio Fulci, David L. Thompson, Malisa Longo, Shilett Angel, Jeoffrey Kennedy e Brett Halsey.

SINOPSE

 O diretor Lucio Fulci está rodando um filme sobre um psicopata canibal. Nada de diferente na carreira do cineasta se o mesmo não estivesse particularmente impressionado com as violentas cenas . O estranho efeito psicológico levou Fulci a procurar o professor Egon Schwarz , renomado psiquiatra . Porém , depois de uma sessão de hipnose , Fulci passa a sofrer de alucinações cada vez mais intensas e frequentes a ponto de não reconhecer mais o limite entre realidade e ficção . Enquanto isso um psicopata real passa a matar mulheres próximo a locais frequentados pelo diretor . Fulci pressente os assassinatos e de alguma forma acaba sempre na cena do crime . Cada vez mais confuso Fulci teme que inconscientemente esteja por trás dos brutais assassinatos.


OPINIÕES

 "Proibido e até banido de muitos países como a Alemanha e o Reino Unido, CAT IN THE BRAIN ressurgiu completo com o advento do DVD sendo editado sem cortes em vários países em 2003. Um dos títulos do filme NIGHTMARE CONCERT tem um sentido muito particular. Fulci, com o auxílio de seu amigo e montador Vicenzo Tomassi, parece reger uma longa sinfonia de horror extremo ironizando a si mesmo e ao seu trabalho quase no final da vida como se CAT IN THE BRAIN fosse uma espécie de FILME TESTAMENTO. Um dos maiores gênios da História do Horror Cinematográfico: Lucio Fulci deixou um legado único unindo além de um forte apuro visual, uma subversão das imagens cada vez mais extremas da violência com uma autoria muito imitada mas nunca igualada. Como bem afirmou certa vez Ruggero Deodato, autor do clássico CANNIBAL HOLOCAUST, em uma entrevista: “Dario Argento é perfeccionista e Lucio Fulci é intuitivo, epidérmico...” Concordo plenamente com Deodato, que assim como eu e a maioria dos fãs, adora o trabalho dos dois." - MARCELO CARRARD [http://siteantigo.bocadoinferno.com/artigos/catbrain.html]

 "One of the most deranged films in the Italian horror canon, Cat has sharply divided Fulci fans on virtually every level. Cheaply shot on 16mm and blown up to 35, the narrative consists largely of excerpts from other films (particularly Fulci's A Touch of Death and Ghosts of Sodom) intercut with new Fulci scenes. Since actor Brett Halsey (infamous from Fulci's S&M drama, The Devil's Honey) appears in several different clips from different films, the experience is not unlike Plan 9 from Outer Space as his appearance changes from scene to scene. Newcomers to Fulci will definitely wonder what the fuss is about: the acting is uniformly terrible, the visuals are crude at best, and Fabio Frizzi's score awkwardly mixes new Muzak compositions with exceprts from his past glory days (mainly The Beyond). Scene for scene, this may be Fulci's goriest film, and this aspect alone has earned it some fan loyalty; on another level, it's a bizarre cry for understanding, as Fulci appears to be exorcising demons and coming to terms with the nastier pitfalls of his chosen profession. The high level of violence in and of itself certainly grabs your attention, but since it's all directed at cardboard characters we know nothing about, the effect is quite different from your standard horror film; here instead Fulci seems to be pointing out that, after years of sitting with a camera filming people getting mangled in increasingly gory ways, it's all started to run together and created a detached, alternate method of perception unto itself. Many people will be turned off by the nonlinear and often maddening collision of nonsensical scenes and misogynist gore, but it's an interesting film nonetheless." - Mondo Digital

 "Ultimately, to claim Cat in the Brain as a masterpiece is to do Fulci an injustice — at his best, and with the collaborators he needed to realize his vision, he was capable of so much better. Even so, the harsher critics of Cat can also be accused of taking it all too seriously. Viewed on its own terms, within its own limitations, it has much to offer Fulci fans in particular." - Eccentric Cinema


Disponível para download em:

http://cinedarksidedois.blogspot.com/2010/11/cat-in-brain-1990.html?zx=211bb1d8084f632f

http://atercapartedocinema.blogspot.com/2011/05/download-cat-in-brain-1990-pedido.html



Escrito por Carlos Reichenbach às 12h17
[] [envie esta mensagem] []


 
   INVENTÁRIO DE UM CALVÁRIO NÃO ANUNCIADO

INVENTÁRIO DE UM CALVÁRIO NÃO ANUNCIADO

 - ESTA POSTAGEM VISA ESCLARECER AMIGOS PESSOAIS, DO FACEBOOK E LEITORES DO BLOG SOBRE O QUE ACONTECEU COMIGO NO DIA SEGUINTE A EXIBIÇÃO DE "AS FILHAS DO BOTÂNICO", no CINESESC, E PORQUE NÃO TENHO RESPONDIDO E-MAILS, COMENTÁRIOS E/OU TENTATIVAS DE CONTATO NO FACEBOOK -

 Há dez anos atrás eu fui internado no INCOR (Hospital do Coração) com a previsão de sete horas de sobrevida. Pelas mãos iluminadas do dr. Sérgio de Almeida, abriram meu Graal e foram colocadas três pontes de safena e uma mamária.

 É normal, após cinco anos, o operado voltar ao hospital para cateterismo e angioplastia, onde é colocado um "stent" que irá ajudar na circulação normal do sangue.

 Eu cheguei a pensar quer escaparia ileso desta intervenção, mas em outubro de 2010 comecei a manifestar os primeiros sintomas de angina (dores intensas no coração). Afinal, todas as manifestações anteriores de dor e incômodo, incluindo nos três infartos, foram sempre na boca do estômago; porisso sempre associei as dores do coração à sensação de indigestão.

 Com as dores da angina - e a dependência progressiva da "nitro" sublingual (Isordil) - se agravando nos meses de março e abril, meu cardiologista marcou o primeiro caterismo para o mês de junho.

 Em junho foi realizado o primeiro cateterismo e constatada uma lesão em uma das safenas. Como a operação é realizada apenas com anestesia local (ainda bem!) meu cardiologista chegou a me consultar se - ao invés de colocar um stent - eu aceitava encarar um tratamento alopático. Aceitei e foi graças a isso que eu pude operar a catarata que estava me cegando paulatinamente há dois anos. Se tivesse optado pelo stent, por questões de coagulação do sangue, eu teria que esperar um ano - um ano e meio - para operar os olhos.

 Resolvido o problema da catarata, voltei a tomar os remédios anti-coagulantes e constatei com meu cardiologista que a angina andava piorando dia após dia. Por outro lado, os anti-coagulantes fizeram surgir uma forte alergia cujas graves ulcerações se manifestaram na região do púbis, rosto e cabeça (ou seja, onde havia cabelo). Com isso nenhum médico da face da terra iria aceitar realizar um novo cateterismo. Foram mais duas semanas de tratamento pesado com antibióticos até sanar a alergia.

 Finalmente, o segundo cateterismo foi marcado para o dia 8 de setembro, um dia após o aniversário de Lygia, minha mulher, e da Sessão do Comodoro. Dia 08, em jejum absoluto desde as 21 horas do dia 07, me internei no INCOR às sete horas da manhã, após todo o procedimento normal de um dependente do SUS. Às 11 horas da manhã fui conduzido à sala de cirurgia, já devidamente "depenado". Juro que entrei eufórico (pela primeira vez na vida) na sala de operações. Afinal de contas, iriam colocar o tal stent na safena danificada, e eu iria na certa poder correr na São Silvestre no final de 2011. Não foi o que aconteceu...

 Deitado e olhando aquele bando de homens se mexendo naquele ambiente quase high-tech, minha espectativa ia aumentando. Ja havia me acostumado a não ligar de sentir dois ou três caras de azul mexendo na minha virilha e naquele dia - em especial - fiquei espantado de mal sentir a primeira picada da antestesia e nem experimentar o incômodo da punsão.

 Durante oito minutos os especialistas trabalharam intensamente na tentativa de resolver o problema da safena lesada e isso eu pude acompanhar - acordado - pelas quatro televisões do centro da sala de cirurgia.

 Foi quando o especialista me disse: "Eu fiz que pude, senhor Carlos. Daqui p´ra frente é com seu médico.". Insisti em saber o quanto era grave o estado da safena, mas por questões éticas e médicas ele não quis entrar em detalhes. Acho que devo ter mostrado irritação para que ele quebrasse o clima com uma pitada de humor negro: "Fique tranquilo... não é nada terminal.". Até eu dei risada. Finalmente, ele abriu um poouco mais o jogo: "O quadro se agravou nas últimas semanas e a safena está realmente lesada.". Para bom entendedor....

 Ele me informou que iria iniciar os procedimento de retirada do catéter e fechamento do corte. Segundos depois, comecei a sentir um formigamento na boca. Dei um grito: "Doutor, tem um negócio esquisito acontecendo. Eu não estou mais sentindo a minha boca e a sensação tá descendo para o braço... agora é a perna...".

 Todos os médicos e enfermeiros se movimentaram rapidamente pela sala. Eu não sei quanto litros de anticoagulante foram injetados na bolsa do soro que estava sendo aplicado nas minhas veias.

 Não precisei me formar em medicina para entender que aquela coisa aterrorizante era uma séria ameaça de AVC. Mais tarde me informaram que na tentativa de encontrar um lugar possível para o stent - inútil no caso da lesão na safena - uma placa sanguínea se desprendeu e foi se alojar no frontal da minha cabeça.

 RESUMO DA ÓPERA - Se eu tivesse sido sedado completamente, hoje eu estaria paralítico! Por isso, intervenções como cateterismo e angioplastia são realizadas somente com anestesia local.

 Após uma espera infindável no meu quarto de hospital, onde devo ter quase enlouquecido minha mulher com os acessos de revolta contra o "Grande Arquiteto" e o resto do mundo (afinal, eu havia entrado no hospital para resolver um problema e não sair com outro), fui liberado para ficar de pé e comprovar que não estava aleijado. Ao por os pés no chão, descobrir que estava andando normalmente e dar um mijada libertária, enchendo o tal "papagaio" do hospital com todo o iodo do contraste que havia sido injetado nas minhas artérias, o sol voltou a brilhar para os meus olhos livres de catarata e ávidos de paisagens inéditas.

 A foto acima foi tirada uma hora depois de todo esse pesadelo. Talvez, por isso, a continência aos amigos tenha saído meia-bomba.

 Agora estou recuperando gradativamente os movimentos normais no braço esquerdo e me libertando da dormência do lado esquerdo do rosto. Daqui para frente sei que vou precisar diminuir um pouco o ritmo, mas estou vivo, pensando melhor que nunca e eufórico com a espera da chegada, em outubro, de Carolina, minha segunda neta. Além disso tem um novo projeto de filme - a ser realizado após UM ANJO DESARTICULADO - que não me deixa mais dormir direito ou morrer, e que vai contar um pouco a história da vinda da minha mãe, da Estônia ao Brasil, na década de 20, e ilustrar uma fantasia pessoal, emocional e afetiva a respeito de Lenin.



Escrito por Carlos Reichenbach às 15h36
[] [envie esta mensagem] []


 
   Visões Femininas na Sessão do Comodoro

SESSÃO DO COMODORO - SETEMBRO DE 2011

 Na quarta-feira, 07 de Setembro, a Sessão do Comodoro vai exibir o belo e premiado AS FILHAS DO BOTÂNICO, produção franco-canadense dirigida por Sijie Dai.
 A sessão será precedida pela pré-estréia do curta-metragem "O Silêncio de Vitta", de Carina Bueno, frequentadora assídua das Sessões do Comodoro e colaboradora do blog.
 AS FILHAS DO BOTÂNICO estará sendo exibido com legendas em português, graças a colaboração de Leopoldo Tauffenbach, do blog CINEDEMÊNCIA.
 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.
 Recomendado para maiores de 14 anos.


Curta Metragem
O SILÊNCIO DE VITTA
Brasil, 2011
HD Cam - stereo/color, 12' 54''
direção/roteiro/edição: Carina Bueno
argumento: Carina Bueno e Gabriel Valladão
diretor de fotografia: Marcos Lomiler
produtor executivo: Enrique Torella
produtores: Fernando Tima e Rofrigo Zuluaga
gaffer: Marcos Dafeira
assist. de foto: Victor de Carvalho
ELENCO
 Orlando Guerreiro, Pura Cabanes, Maurício Tarandach
SINOPSE
 Benedito é enfermeiro e trabalha em uma casa de repouso para idosos. Dentre todos os idosos, há uma senhora que lhe chama muito a atenção, seu nome é Vitta e, devido a uma série de derrames, já não fala e não caminha. Esse cuidado especial que Benedito nutre por ela começa a parecer um tanto estranho aos olhos dos outros.


Longa Metragem
AS FILHAS DO BOTÂNICO
"Les Filles du Botaniste" (2006)
França/Canadá, colorido, 105 minutos
Falado em francês e mandarim, com legendas em português 
Direção: Sijie Dai
Roteiro: Sijie Dai e Nadine Perront
Música Original: Eric Levi
Fotografía: Guy Dufaux
ELENCO
 Mylène Jampanoï, Xiao Ran Li, Ling Dong Fu, Wei-chang Wang, Nguyen Van Quang, Nhu Quynh Nguyen, Yang Jun, Lê Tung Linh, Chu Hung, Tuo Jilin.

SINOPSE
 Li Min deixa o orfanato onde vive desde a morte dos seus pais para estagiar com o professor Chen, um botânico de renome, rígido e conservador mas com uma sabedoria invulgar. Chen vive com a sua filha An numa ilha que ele transformou num jardim luxuriante onde as inúmeras e exóticas plantas e árvores emanam os mais deliciosos aromas. É neste cenário idílico que as duas jovens An e Li Min desenvolvem uma amizade com um colorido especial que depressa se transforma numa atração desconcertante e proibida. Um ambiente tenso, num país onde após a revolução cultural ainda prevaleciam velhos tabus.


PRÊMIOS
Montréal World Film Festival - Melhor Contribuição Artística e Prêmio do Público de Melhor Filme
Toronto Inside Out Lesbian and Gay Film and Video Festival - Melhor Filme ou Vídeo Canadense


OPINIÕES
"É uma história de amor sáfico na China dos anos 90 cuja simbologia é mais evidente que a carne" - Jorge Leitão Ramos, Expresso
- Com a contemplação e serenidade típicas do cinema asiático, “As filhas do Botânico” é um verdadeiro deleite a nível visual pois a fotografia do filme é, sem dúvida, belíssima. Retratando um tema tabu para a sociedade e época em que o filme decorre (China dos anos 80), esta história de amor entre duas jovens é uma prova de como existem filmes genuínos e delicados sobre o amor homossexual para além de “Brokeback Mountain”. - 100th Window
"Less powerful than Balsac!!!" - IMDB


Escrito por Carlos Reichenbach às 13h34
[] [envie esta mensagem] []


 
   ZAGAIA - VIDA INTELIGENTE [E OLHOS MUITO LIVRES] NA WEB

THIAGO MENDONÇA MANDOU AVISAR

 Amigos, parceiros e simpatizantes da Zagaia

o nosso blog já está no ar! Nesta primeira semana a resposta da Zagaia ao escriba italiano Tabuchi, nosso recado ao pseudo-filósofo Pondé (lembrando que filosofia de botequim é coisa séria e não pode ser praticada por qualquer um), e uma reflexão sobre o conflito na Funarte entre o Teatro Oficina X Trabalhadores da cultura.

Há braços,

Coletivo Zagaia


Blog Zagaia: http://blog.zagaiaemrevista.com.br

Revista Zagaia: www.zagaiaemrevista.com.br 

 

TRECHOS DA RESPOSTA A TABUCCHI [SOBRE O AFFAIRE BATTISTI]

"De fato nos anos 70 havia um forte desencantamento na juventude italiana ao ver retomar grande parte da antiga turma facista ao poder ao mesmo tempo em que assistia ao fim das promessas de mudança do pós-guerra. Somada à radicalização ocorrida noss anos 60, esta ordem de coisas levou muitos jovens a atitudes extremas como a guerrilha urbana realizada pelas brigadas vermelhas. Não se trata de abraçar esta escolha, mas de compreender o que levou aquela juventude ao embrutecimento.

Vivemos outro momento. E seria mais enriquecedor investir não numa caça as bruxas, mas na compreensão desta juventude amaldiçoada, que se torna hoje na Itália de Tabucchi e Berlusconi a reencarnação do mal. Pasolini denunciou o fascismo que voltava a assolar a sociedade italiana nos anos 70 e foi brutalmente assassinado em um crime atribuido na época à um michê. Hoje poucos acreditam nesta história, que jamais foi explicada.

É mais interessante para o mundo olhar a Itália em perspectiva: compreender as relações entre o fascismo e a política nos anos 70. Pasolini chamava a nova lógica que surgia nestes anos de fascismo de consumo. Talvez assim compreendamos o fenômeno Berlusconi. O Brasil neste caso pode ajudar a Itália mesmo que à revelia."



Escrito por Carlos Reichenbach às 01h05
[] [envie esta mensagem] []


 
   Gurcius Gewdner Show - Vanguarda inédita.

O ENCONTRO DE FERNANDO RICK COM GURCIUS GEWDNER

Gurcius Gewdner Show

 O genial programa de TV, que os canais a cabo não tiveram coragem de apresentar (até agora).

 Eu juro que não ri tanto desde ATOL K (UTOPIA), o último filme do Gordo & Magro.

GURCIUS X MOJICA

GURCIUS X MALLANDRO



Escrito por Carlos Reichenbach às 16h20
[] [envie esta mensagem] []


 
   BANDINELLI - INTELIGÊNCIA NO PORNÔ

SILVIO BANDINELLI - O EISENSTEIN DO HARDCORE

 Acabo de ver os únicos filmes que ainda não havia assistido de Silvio Bandinelli (os surpreendentes "Mamma", "Il Sequestro - La Sindrome Di Stoccolma" e "Fallo da Rigore") e li algumas de suas entrevistas recentes para o meu livro CINEMA SATURNAL. Posso agora afirmar categoricamente que Bandinelli trouxe vida inteligente, cultura política e militância libertária para o cinema pornográfico. Merece receber - urgentemente - uma grande homenagem em qualquer festival brasileiro (não careta, claro!).

Bandinelli X Berlusconi

BANDINELLI: "Il berlusconismo, a mio avviso, è il manifesto della "disonestà intellettuale", la televisione il suo braccio armato. Di fronte ad una società senza alcun pudore intellettuale ho pensato fosse non solo opportuno, ma intellettualmente corretto (non politically correct!!) cercare un corto circuito e vestire con l'estetica pornografica il corpo osceno della nostra attuale società. E senza alcuna vergogna ho parlato di mafia, di Previti, del berlusconismo, di fascismo e resistenza nel film "Mamma" che mi ha portato addirittura alla Casa della Cultura di Milano, culla dell'intellighenzia di sinistra (di fronte al revisionismo di Pansa il mio appare un onesto contributo...). Ho trapiantato inossidabili tabù e tematiche dell'oggi nel racconto pornografico. Devo dire che mi è andata piuttosto bene e non vi è stata alcuna crisi di rigetto."

O PENSAMENTO VIVO DE SILVIO BANDINELLI

"Fanáticos e moralistas são absolutamente os melhores clientes da pornografia. "

 "A Doutrina Católica, então, em sua visão do sexo como pecado, prepara desde pequenos, os nossos futuros clientes. Isso eu digo sem intenção blasfema ou difamatória: é um fato."

 "A sociedade ocidental e o capitalismo avançado precisam da pornografia, como do futebol, da tv, etc. Uma espécie de amortecedor social de função anti-subversiva."

 "Não considero a prostituição um mal em si. A exploração das mulheres que a exercem é o problema. A proibição da nossa sociedade alimenta a exploração. Em países onde a prostituição é legal, estes fenómenos são reduzidos ao mínimo, são - por assim dizer - apenas fisiológico."

 "Se queremos crescer, melhorar e nos melhorarmos, devemos fugir das obras que mostram intenções consoladores. É preciso lidar com quem põe à disposição do público, a sua capacidade crítica, seu olhar diferente e original."



Escrito por Carlos Reichenbach às 10h35
[] [envie esta mensagem] []


 
   MULHERES MUITO ESQUISITAS NA SESSÃO DO COMODORO

SESSÃO DO COMODORO - AGOSTO DE 2011

 Na quarta-feira, 03 de Agosto, a Sessão do Comodoro vai exibir dois filmes cultuados, de baixo orçamento, tendo como protagonistas belas e estranhas mulheres: FEITIÇO (A MULHER ESPECTRO), do magnífico diretor Reginald Le Borg, e o já clássico O ATAQUE DA MULHER DE QUINZE METROS, de Nathan Juran, cuja atriz e mítica playmate Yvette Vickers, foi encontrada morta e mumificada, recentemente, em seu apartamento em Los Angeles.
 FEITIÇO (A MULHER ESPECTRO) será mostrado, com legendas em português, graças aos blogs CINE SPACE MONSTER e CINE CULT CLASSIC.
 O ATAQUE DA MULHER DE QUINZE METROS estará sendo exibido graças a colaboração de Leopoldo Tauffenbach, do blog CINE DEMÊNCIA.
 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.
 Recomendado para maiores de 14 anos.



FEITIÇO (A MULHER ESPECTRO)
(Weird Woman - 1944)
EUA, branco e preto, 63 minutos
Direção: Reginald Le Borg
Roteiro: Brenda Weisberg (adaptação da novela "Conjure Wife", de Fritz Leiber Jr.)
Produtor: Ben Pivar e Oliver Drake
Fotografía: Virgil Miller
Montagem: Milton Carruth
ELENCO
Lon Chaney Jr., Anne Gwynne, Evelyn Ankers, Ralph Morgan e Elisabeth Risdon.

SINOPSE
 O professor Norman Reed volta de viagem à uma ilha misteriosa onde reencontra a filha de um colega de faculdade, que foi educada por uma sacerdotisa dos nativos e se casa com ela, levando sua jovem espôsa para a faculdade onde leciona. Apesar de seu livro de grande sucesso que desmistifica as superstições, a jovem é devota de cultos do voodoo, despertando o mêdo e inveja das mulheres que adoravam o professor e queriam ter sua atenção. Mas estranhas mortes começam a acontecer deixando Norman num conflito entre suas convicções sobre a razão e a feitiçaria.

COMENTÁRIO
 WEIRD WOMAN (lançado na época nos cinemas brasileiros como "Feitiço"), é um dos de 6 filmes baseados em livros da Simon & Schuster Inc. publicados a partir de 1932 e que foram adaptado para a rádio nos Estados Unidos em 1941, tornando-se então um dos programas mais ouvidos no país que simplesmente parava diante dos aparelhos e que se iniciava com a voz trêmula e assustadora do âncora RAYMOND JOHNSON dizendo:
"Pleasant dreeeeaams, hmmmmm?".
 INNER SANCTUM era imbatível, reunindo ao pé da rádio, toda a família que ouvia impressionada e até assustada, histórias arrepiantes que mesclavam terror e mistério. Quando RAYMOND JOHNSON saiu do programa para servir na Guerra, a Universal já teria transportado 6 histórias, mais calcadas nos livros "pulp" do que propriamente nos roteiros radiofônicos. Os livros eram bem na linha AGATHA CHRISTIE, com temas de crimes e a solução só nos últimos minutos da história.
Para atuar a frente das seis produções foi convidado o ator carismático LON CHANNEY JR., famoso LOBISOMEM da Universal. Ao lado dele, grandes nomes como J.CARROL NAISH,
BRENDA JOYCE, LLOYD BRIDGES, EVELYN ANKERS e outros nomes conhecidos da época.
 Reginald Le Borg era, acertadamente, ao lado de Bernard Vorhaus, um dos diretores americanos mais cultuados pelo crítico Rubem Biáfora. Le Borg e Vorhaus eram mestres em transformar os parcos recursos da produção D, em magistrais exercícios de mise-en-scene.



 A novela "Conjure Wife", de Fritz Leiber Jr., teve três adaptações para o cinema:
● Filmed as Weird Woman Universal Pictures, 1944. Lon Chaney Jr., Anne Gwynne, Evelyn Ankers, Ralph Morgan. Director: Reginald Le Borg
● Filmed as Night of the Eagle (aka Burn, Witch, Burn!. Independent Artists, American International, 1962. Peter Wyngarde, Janet Blair, Margaret Johnston, Anthony Nicholls. Screenplay by Charles Beaumont, Richard Matheson & George Baxt. Director: Sidney Hayers.
● Filmed as Witches’ Brew. Embassy/United Artists, 1980. Teri Garr, Richard Benjamin, Lana Turner, James Winkler. Conjure Wife uncredited as the source. Directors: Richard Shorr & Herbert L. Strock.

O ATAQUE DA MULHER DE QUINZE METROS
(Attack of the 50 Foot Woman - 1958)
EUA, branco e preto, 65 minutos
Direção: Nathan Juran (assinando como  Nathan Hertz)
Roteiro: Mark Hanna
Produtor: Bernard Woolner
Música: Ronald Stein
Fotografía: Jacques R. Marquette
Montagem: Edward Mann
ELENCO
Allison Hayes, William Hudson, Yvette Vickers, Roy Gordon, George Douglas e Ken Terrell.
 
SINOPSE
 Nancy Archer é uma herdeira rica e ex-alcoólica que ama seu marido Harry. Esse só quer o dinheiro dela e deseja sua morte para dividir a fortuna com a amante "Honey" Parker. Quando Nancy chega certa noite à cidade, dizendo ter sido perseguida por um satélite com um gigante alienígena a bordo, Harry percebe que é a oportunidade para se livrar dela.
Mas Nancy foi contaminada pelo contato com o alienígena e de repente cresce de tamanho e vai em busca de Harry, o homeme amado.

COMENTÁRIO
 Attack of the 50 Foot Woman (br.: O ataque da mulher de quinze metros) é um filme americano de 1958 do gênero ficção científica, produzido por Bernard Woolner para a Allied Artists Pictures e dirigido por Nathan Juran (creditado como Nathan Hertz). Roteiro de Mark Hanna e música original de Ronald Stein.
O filme foi lançado na esteira de outros da época que exploraram histórias com personagens e outros seres com alterações de tamanho, tais como The Amazing Colossal Man e The Incredible Shrinking Man, mas apresentado dessa vez uma mulher como protagonista.
 No Internet Archive esta disponibilizada uma cópia para download sob a licença "Creative Commons license: Attribution-NonCommercial-NoDerivs".

OPINIÕES
"Attack of the 50 Foot Woman is fascinating to watch for the complete lack of conviction the special effects have. These are particularly noticeable during Allison Hayes’s rampage through the town – the same piece of footage of her walking is used several times over, sometimes reversed and against different backgrounds. A shot of her behind a power pylon contains some incredibly shoddy back projection and the alien giant is simply double-exposed over the background. We never see the giants and the humans in the same shot. And when Allison Hayes smashes her way through the buildings, the closeups that focus on her in no way match what we see happening with the absurd giant papier-mache hand." - Richard Scheib [
The Science Fiction, Horror and Fantasy Film Review]
"If you want 50s sci-fi cheese, that is certainly here!" - [http://cinemademerde.com/Attack_50ft_Woman.shtml]


Yvette Vickers

NOTÍCIAS
A MULHER DE QUINZE METROS DE ALTURA É ENCONTRADA MUMIFICADA EM LOS ANGELES
 A atriz Yvette Vickers, atriz dos anos 50 e antiga coelinha da "Playboy", que participou dos filmes "Crepúsculo dos Deuses", "A Mulher de Quinze Metros" e "Atalho para o Inferno", foi encontrada morta em sua casa no dia 27 de Abril DE 2011. O corpo já estava em estado de mumificação e a polícia diz que a atriz pode estar morta há um ano.
 Uma vizinha pulou o muro depois de notar que a correspondência se acumulava na caixa de correio da casa de Yvette que, aos 82 anos, quase não saia de casa. Ela encontrou o corpo em um dos cômodos da casa ao lado de um aquecedor ainda ligado. A polícia está fazendo autópsia para determinar a causa da morte, mas acredita em causas naturais.
 De acordo com fontes, a atriz tinha problemas mentais e sentia-se perseguida e observada o tempo inteiro. A atriz não tinha filhos nem sobrinhos e era divorciada.

LEIA MAIS:
http://abcnews.go.com/US/playmate-found-mummified-friends-portrait-yvette-vickers/story?id=13522253
http://www.people.com/people/article/0,,20486614,00.html



Escrito por Carlos Reichenbach às 13h05
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
HISTÓRICO



OUTROS SITES
 OLHOS LIVRES ANO 01
 LINKS - O CINEMA NA WEB
 LINKS BÁSICOS
 SITE DE CARLOS REICHENBACH
 OLHOS LIVRES BÔNUS
 IMDB
 ALL MOVIE GUIDE
 ALL MUSIC GUIDE
 PESQUISA DE BLOGS


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!