CINESESC EXIBE "O PAI DO SLASHER".

SESSÃO DO COMODORO - JUNHO DE 2012

 Na quarta-feira, 06 de junho, a Sessão do Comodoro vai exibir um clássico do cinema de horror e do mestre Mario Bava. BANHO DE SANGUE (Reazione a Catena - 1971) é considerado o filme que inaugura o gênero "slasher", com seus assassinos psicopatas que matam aleatoriamente.

 A sessão começa as 21.30, no CineSesc, e as senhas gratuitas estarão disponíveis a partir das 21.00 horas na bilheteria do cinema.

 ATENÇÃO: Recomendado para maiores de 16 anos.


BANHO DE SANGUE

(Reazione a Catena AKA Bay of Blood AKA Twitch of the Death Nerve AKA A Mansão da Morte - 1971)

Itália, colorido, 84 minutos (versão integral)

Legendado em português

Diretor: Mario Bava

Produtor: Giuseppe Zaccariello

Argumento: Franco Barberi e Dardano Sacchetti

Roteiro: Mario Bava, Filippo Ottoni e Joseph McLee (AKA Giuseppe Zaccariello)

Fotografia: Mario Bava

Música Original: Stelvio Cipriani

Montagem: Carlo Reali

ELENCO

 Claudine Auger, Luigi Pistilli, Claudio Camaso, Leopoldo Trieste, Laura Betti, Isa Miranda e Brigitte Skay.


SINOPSE

 Uma velha condessa se recusa a vender sua propriedade a um ambicioso arquiteto. Na mesma noite ela é assassinada e seu assassino é morto por um agressor misterioso. É o início de uma série de crimes brutais nas redondezas de uma paradisíaca baía.


OPINIÕES

 "Banho de Sangue é um dos filmes mais sarcásticos e filhos da puta de todo o cinema, brincando com o espectador num jogo ilimitado que estreita as relações do que ocorre dentro e fora da tela até um nível de quase interação para finalmente se mostrar como uma tomada de poder irrefutável do cineasta sobre seu filme e seu público." - Luis Henrique Boaventura [MULTIPOT! 1.0]

Leia mais: http://multiplotcinema.com.br/antigo/2008/10/18/banho-de-sangue-mario-bava-1971/

 "Esta fórmula ficaria imortalizada, quase dez anos depois, graças às franquias norte-americanas “Halloween” e “Sexta-feira 13”. E assim como nas aventuras posteriores de Jason, já temos em BANHO DE SANGUE uma ambientação à beira de um lago, vários personagens que só existem para ter um final violento e até jovens fazendo sexo e tomando banho de lago pelados. A diferença é que, ao contrário dos slashers já citados – em que um fiapo de história justifica o massacre -, esta verdadeira obra-prima de Bava é refinada e inteligentíssima, com uma trama repleta de reviravoltas e surpresas que deixam o espectador atordoado do início ao fim." - Felipe M.Guerra [BOCA DO INFERNO]

Leia mais: http://bocadoinferno.com/artigos/banho-de-sangue-vovo-de-%E2%80%9Csexta-feira-13%E2%80%9D/

 "Auxiliado pela trilha sonora excepcional de Stelvio Cipriani, Bava constrói meticulosamente para cada bloco de personagens e seus dramas individuais uma atmosfera única, ora de intensa melancolia ora de pura frieza, apenas para melhor destruí-la em sequência, das mais diversas maneiras. Uma delas, recorrente em Ecologia del Delitto, demonstra sua lógica profunda ao efetuar uma mesma operação de distanciamento repetidas vezes: a câmera se desvia da ação para procurar entre frestas e folhagens a imagem de um observador oculto. Um plano obsessivo: um olho sem rosto à espreita, um olhar sem alma -- no jogo de espelhos criado pela câmera de Bava, quem observa é também observado todo o tempo. O papel do espectador é colocado em xeque, ficamos todos desconfortáveis porque somos nós, em última instância, que estamos sendo observados." - Fernando Verissimo [CONTRACAMPO]

Leia mais: http://www.contracampo.com.br/41/banhodesangue.htm



Escrito por Carlos Reichenbach às 16h47
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
HISTÓRICO



OUTROS SITES
 OLHOS LIVRES ANO 01
 LINKS - O CINEMA NA WEB
 LINKS BÁSICOS
 SITE DE CARLOS REICHENBACH
 OLHOS LIVRES BÔNUS
 IMDB
 ALL MOVIE GUIDE
 ALL MUSIC GUIDE
 PESQUISA DE BLOGS


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!